5_editada-min.png
 

CASA SER

Dom Pedrito, RS

Nossas interagentes iniciaram a busca por um projeto que levasse a sério a bioarquitetura e, consequentemente, a bioconstrução. E “por coisa do universo”, como elas dizem (e também acreditamos), nos encontramos!


Este projeto, que será habitado por duas pessoas muito especiais e está localizado em uma esquina de Dom Pedrito/RS, iniciou com forma de ‘U’, onde a parte aberta estaria voltada para dentro do terreno enquanto a parte construída serviria como um anteparo visual da casa vizinha e das ruas, para as atividades internas do lar, conferindo acolhimento e proteção às habitantes. Elas nos contaram sobre a admiração que têm pelas formas do trabalho elaborado pelo João-de-barro, e da vontade de construírem sua própria casa, com técnicas que priorizem o uso da terra. Então esse ‘U’, utilizado como um formato ideal para esta esquina, se arredondou! E o espaço gerado no núcleo deste volume, conformado por 7 pontos estruturais, número da qual possui profundos simbolismos para elas, pretende colaborar com as atividades da casa: facilitando os fluxos de movimentos, conformando um jardim de inverno para estar e climatizando todo o lar.

A casa contempla diferentes técnicas de bioconstrução: pau a pique, adobe e fechamentos com madeira. Foram implementadas diversas técnicas de bioclimática, muitas delas envolvendo o pátio interno, que funciona como uma estufa no inverno, ou espaço de ventilação no verão. O fogão à lenha aquece a casa no inverno, e as paredes com alta massa térmica contribuem para a climatização, assim como o telhado verde!

 
 
 
1631563283268.jpg

.

.