CASA DO PINDÓ

Território Juanana
Maquiné, RS

Este lar foi projetado para a Michele com a intenção de integrar o Território Junana, local que todxs nós da Yapó já vivenciamos momentos lindos de compartilhamentos e alegrias.

A casa compõe-se de apenas dois cômodos: o dormir/cozinhar/estar/comer e o banheiro. A ideia da Mi era ter um ambiente todo integrado, com uma boa bancada para cozinhar, uma mesa circular, um fogão à lenha junto à parede de barro da fachada noroeste e que este fosse perto de sua cama, para maior conforto nos dias frios de inverno. Todas essas foram ideias da própria Mi.


Durante o processo de projeto, sugerimos mudanças no plano original da casa, que foram cuidadosamente analisadas pela Mi. Propomos uma estufa em toda a fachada nordeste da casa, para servir como espaço de depósito, secagem de roupas, armazenamento de lenha e ainda promover um melhor desempenho térmico no interior da moradia. Há um pequeno beiral na fachada noroeste, que permite que, nos meses de verão, quando o sol está mais alto, ele não incida diretamente na parte interna da casa. Esse beiral será o início do telhado do futuro quarto que será construído anexado à casa.


A construção tem base de pedra, paredes de madeira (exceto a noroeste, que é de barro para aproveitar a massa térmica do material com insolação direta), telhado verde mulch (com palha) e piso de madeira. Optamos pela madeira devido à rapidez de construção, já que a Mi estava em um lar temporário, antes e durante a construção.

Foi inspirador projetar junto de alguém que tenha tanta clareza e conhecimentos sobre arquitetura como a Mi. Priorizar a mão de obra local, materiais naturais e escolhas coerentes com as demandas de uso e de disponibilidades são prioridades nossas e dela, o que fez nossa parceria tão próspera.

 
 
 
20200729_152834.jpg

.